Tarifa de ônibus deve ficar congelada até 2018

Crivella avisou que só concederá reajuste em janeiro para coletivos com ar-condicionado
Rio - O prefeito Marcelo Crivella afirmou ontem que só vai conceder reajuste nas passagens dos ônibus municipais no dia 1º de janeiro de 2018, e apenas aos coletivos com ar-condicionado. Crivella mantém a posição de não conceder aumento enquanto os consórcios não colocarem ar em toda a frota.
Em maio, a juíza Roseli Nalin, da 15ª Vara de Fazenda Pública, concedeu liminar a favor das empresas, determinando reajuste dos atuais R$ 3,80 para R$ 3,95. 
O novo valor tinha sido calculado pela prefeitura quando Eduardo Paes ainda comandava o Executivo, mas foi vetado por Crivella no início do ano. Antes de a decisão judicial passar a valer, o desembargador Edson Aguiar de Vasconcelos, da 17ª Câmara Cível, derrubou o reajuste após recurso da prefeitura. 
Nova audiência para discutir o aumento tinha sido marcada para ontem pela juíza Luciana Losada Albuquerque Lopes, da 13ª Vara de Fazenda Pública. Mas a audiência foi cancelada e não há nova data agendada.
O RioÔnibus reafirmou sua posição de que a não concessão do aumento pode agravar ainda mais o sistema de transporte por ônibus no município, que está em colapso. “Mais de 3 mil rodoviários já perderam seus empregos e 11 empresas estão na iminência de fechar as portas”, diz a nota, alegando que a “omissão da prefeitura’” traz prejuízos a 3 milhões de usuários.

O DIA
Postar no Google +

About Angel Morote

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE