Menina de 4 anos moradora de Rio das Ostras precisa com urgência de doador de medula óssea

No momento em busca de tratamento se encontra
entubada no CTI do INCA. (Fotos: Arquivo Pessoal)
Ananeris Hardoim dos Santos, de 4 anos moradora de Rio das Ostras, está correndo perigo de vida, ela está lutando contra a leucemia linfoide aguda (LLA).
A pequena Ananeris, se encontra hospitalizada no Instituto Nacional do Câncer- INCA, no Rio, precisando com extrema urgência de um doador de medula óssea, sangue e plaquetas para salvar sua vida. No momento em busca de tratamento se encontra entubada no CTI do INCA.
Uma campanha está sendo realizada pelos parentes e amigos nas redes sociais está sendo mobilizada por amigos, incluindo a criação de uma página para ajudar Ananeris. Quem tiver interesse doar a medula para ela, podem entrar em contato com a família através dos celulares: (22) 99622-1759 / (22) 99800-0180. Se for doador precisa ter idade entre 18 e 55 anos, onde será realizado um exame de Histocompatibilidade (HLA).
Histórico
Em maio de 2015 Ananeris Hardoim dos Santos (na época com 2 anos e 6 meses) foi diagnosticada com uma doença, que mudaria completamente sua vida e rotina. A mesma começaria uma intensa luta contra a Leucemia Linfoide Aguda (LLA), para sua sobrevivência.
No primeiro mês, Ana ou Aninha (chamada de forma carinhosa) ficou internada no Instituto Nacional do Câncer I (INCA I) e enfrentou muitos obstáculos, pois ela era uma criança bem dinâmica e que não gostava de ficar em cima da cama, vivia correndo de um lado para o outro. Ficou depressiva e não falava com ninguém, nem mesmo com seus irmãos e sobrinhos e muito pouco com seus pais, ela ficou cerca de 50 dias internada. Mas como a vida não é feita apenas de maus momentos, uma notícia que surpreenderia toda sua família estava para vir, Ananeris receberia alta; teria que ir todos os dias para o INCA para continuar com a quimioterapia, mas sempre dormiria em sua casa contando todas as noites como o amor de sua parentela.
Com o passar dos meses, a mesma iria ao hospital apenas uma vez por semana, até que passou a fazer a quimioterapia em casa, indo ao ambulatório apenas para ver como estava o progresso da doença e fazer exames.
No final do mesmo ano, perto do natal, nossa menina foi novamente internada e ficou cerca de uma 1 semana. Houve então uma grande tristeza em sua família, pois achamos que ela não participaria das festas do final do ano e seu pai havia preparado uma surpresa para ela, o Papai Noel viria em sua casa. Fomos surpreendidos dois dias antes do natal com sua alta, e ela poderia comemorar. E em seguida voltaria a fazer o tratamento em sua casa.
O tratamento feito em casa teve que ser interrompido novamente no dia de 19 de janeiro de 2017, quando foi fazer um exame de rotina e suas plaquetas estavam baixas. Na segunda feira 23 de janeiro de 2017, Ananeris foi internada. Naquela semana sua família ficou assolada, porque além de sua internação ela perderia seu amado pai no dia 28 do corrente mês.
Não bastando todas dificuldades já encontradas no caminho, ela enfrentaria um fungo, a paralisação de seus rins, pneumonia e uma infecção no intestino. Mas o momento em que achamos que perderíamos nossa princesa foi na quarta-feira de cinzas, dia 01 de março de 2017, quando ela teve uma parada cardiorrespiratória, mas com a graça de Deus, não era a hora dela partir e foi entubada logo em seguida. No dia seguinte em que ela começaria a hemodiálise, por causa dos rins, um milagre aconteceu. Os médicos se preparavam para começar, quando ela começou a fazer xixi e a hemodiálise não foi necessária.
Hoje, dia 13 de março de 2017 escrevo isto para pedir a ajuda de todos, para que juntos consigamos vencer essa doença. A Ananeris precisa no momento de uma transfusão de medula óssea, e precisamos de candidatos a se voluntariar para realizar a doação. Se você, que estiver lendo esse texto não for compatível, sem problemas, com certeza será com outra pessoa e poderá fazer outra família voltar a sorrir. O INCA necessita também de doadores de sangue e plaquetas, pois está em falta e esses são elementos que ajudam a salvar vidas. Não perca tempo, vá ao INCA ou alguma unidade de saúde próxima e ajude a salvar milhões de pessoas.
Saiba como se tornar um doador de medula óssea
- Ter entre 18 e 55 anos de idade.
- Estar em bom estado geral de saúde.
- Não ter doença infecciosa ou incapacitante.
- Não apresentar doença neoplásica (câncer), hematológica (do sangue) ou do sistema imunológico.
- Algumas complicações de saúde não são impeditivas para doação, sendo analisado caso a caso.
- Procure o hemocentro do seu estado e agende uma consulta de esclarecimento ou palestra sobre doação de medula óssea.
- O voluntário irá assinar um termo de consentimento livre e esclarecido (TCLE), e preencher uma ficha com informações pessoais. Será retirada uma pequena quantidade de sangue (10ml) do candidato a doador. É necessário apresentar o documento de identidade.

- O seu sangue será analisado por exame de histocompatibilidade (HLA), um teste de laboratório para identificar suas características genéticas que vão ser cruzadas com os dados de pacientes que necessitam de transplantes para determinar a compatibilidade.
Postar no Google +

About Angel Morote

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE