Trump acusa Obama de estar por trás de protestos

O presidente americano Donald Trump concedeu entrevista
 ao programa Fox & Friends, da rede americana 'Fox News'.
(Kevin Lamarque/Reuters)
Em entrevista à Fox News, o presidente americano também sugere que Obama esteja por trás do vazamento de informações da Casa Branca à imprensa
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que acredita que o ex-presidente Barack Obama e sua “gente” estão por trás das manifestações e protestos nos Estados Unidos e ao redor do mundo nas primeiras semanas após a posse. Em entrevista na manhã desta terça-feira ao programa Fox & Friends, da rede americana Fox News, Trump também sugeriu que o ex-presidente e seus aliados estão por trás do vazamento de informações sigilosas da Casa Branca para a imprensa, que revelaram registros telefônicos e ligações entre assessores de Trump e agentes da inteligência russa.
Trump afirmou que têm “algumas ideias” sobre quem estaria vazando informações à imprensa da Casa Branca e de agências do governo e reiterou que ainda há “gente de outros governos, de outras administrações” no quadro de funcionários. Mas não forneceu qualquer evidência da ligação de Obama ou da equipe do ex-presidente americano com os fatos que mencionou.
O apresentador do programa perguntou ao presidente americano se ele acredita que Obama estaria envolvido na organização das manifestações em todo o mundo, incluindo protestos recentes que congressistas americanos têm enfrentado durante o recesso parlamentar. “Eu acho que ele está por trás”, afirmou Trump. “Também acho que isso é apenas política. É simplesmente o jeito como as coisas são.”
Em seguida, o presidente falou sobre os vazamentos que causaram perturbações em seus primeiros dias de governo: “Nunca se sabe exatamente o que acontece nos bastidores”, afirmou, em um trecho da entrevista que foi divulgado na noite da segunda-feira. “Acho que o presidente Obama está por trás disso, porque sua gente certamente está por trás disso. E, possivelmente, alguns dos vazamentos vêm daquele grupo, o que é realmente sério porque eles são muito ruins em termos de segurança nacional. Mas também entendo que isso é política. Em relação a ele estar por trás dessas coisas, isso é política. E provavelmente vai continuar.”
Manifestações contra o governo
Republicanos e representantes de instituições conservadoras têm acusado o ex-presidente Barack Obama de arquitetar as manifestações por meio do Organizing for Action (OFA, na sigla em inglês), um grupo oriundo das campanhas presidenciais de Obama.
Nas últimas semanas, congressistas republicanos enfrentaram algumas manifestações violentas durante o recesso, período em que voltam para suas cidades de origem. As manifestações aconteceram depois de uma séria de protestos em aeroportos internacionais do país contra o decreto de Trump que barra a entrada de cidadãos de sete países muçulmanos nos Estados Unidos.
Nota A

Durante a entrevista, Trump deu uma nota “C ou C+” (uma aprovação no limite) para sua comunicação, mas considerou ter um “A”  em “esforço” e “conquistas”. “Em termos de comunicação, daria para mim um C ou um C+. Em termos de conquistas acho que daria a mim mesmo um A. Isso porque fiz ótimas coisas, mas acho que não as expliquei muito bem para o povo americano”, disse.
Postar no Google +

About Angel Morote

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE