Rio teve 24,3% mais homicídios em fevereiro, diz ISP

Policiais e bombeiros chegam a local de assalto com morte
na região da Tijuca em fevereiro (Foto: Reprodução/TV Globo)
Índice faz comparação com fevereiro de 2016. Casos de morte em intervenção policial saltaram 71% e roubos de veículos, 40,3%. Greve da Polícia Civil afeta registros.
O Instituto de Segurança Pública (ISP) divulgou nesta terça-feira (28) dados da violência no estado. O Rio registrou mais 24,3% de homicídios dolosos em fevereiro deste ano, em comparação ao mesmo mês de 2016. Também subiu o número de policiais civis e militares mortos em serviço – aumento de uma vítima em relação a fevereiro de 2016 – e o número de homicídios decorrentes de oposição à intervenção policial – aumento de 35 vítimas em relação a fevereiro de 2016 (49 em 2016 – 84 em 2017, equivalente a 71%).
Chama a atenção também o aumento nos registros de roubos de veículos, que subiram 40,3% em relação a 2016.
Ainda segundo o ISP, devido à paralisação de algumas atividades da Polícia Civil, que começou em janeiro de 2017, houve uma subnotificação de alguns delitos. "Por isso, não é possível fazer comparações temporais de alguns delitos com base nos dados de janeiro e fevereiro", explicou o instituto, em nota.
O ISP ressalta, porém, que os chamados crimes de Letalidade Violenta (Homicídio Doloso, Latrocínio, Homicídio Decorrente de Oposição à Intervenção Policial e Lesão Corporal Seguida de Morte) e Roubo de Veículo não foram afetados, pois os registros desses delitos continuam a ser feitos nas delegacias.
Confira o resumo de alguns indicadores (fevereiro de 2017):
• Homicídio Doloso – Aumento de 24,3% em relação a fevereiro de 2016 (404 em 2016 – 502 em 2017).
• Letalidade Violenta (Homicídio Doloso, Latrocínio, Lesão Corporal Seguida de Morte e Homicídio Decorrente de Oposição à Intervenção Policial) – Aumento de 28,1% em relação a fevereiro de 2016 (481 em 2016 – 616 em 2017).
• Policiais Civis e Militares Mortos em Serviço – Aumento de uma vítima em relação a fevereiro de 2016 (0 em 2016 – 1 em 2017).
• Homicídio Decorrente de Oposição à Intervenção Policial – Aumento de 35 vítimas em relação a fevereiro de 2016 (49 em 2016 – 84 em 2017).
• Roubo de Veículo - Aumento de 40,3% em relação a fevereiro de 2016 (3.056 em 2016 – 4.287 em 2017).
• Feminicídio – No mês de fevereiro de 2017 foram registradas 7 vítimas no estado.
• Tentativa de Feminicídio – No mês de fevereiro de 2017 foram registradas 14 vítimas no estado.
Indicadores de produtividade policial (fevereiro de 2017):
• Armas Apreendidas – Redução de 25,9% em relação a fevereiro de 2016 (768 em 2016 – 569 em 2017), sendo 33 fuzis.
• Prisões (Guia de Recolhimento de Preso) – Redução de 23,7% em relação a fevereiro de 2016 (3.436 em 2016 – 2.623 em 2017).
• Prisões (Auto de Prisão em Flagrante e Cumprimento de Mandado) – Redução de 33,2% em relação a fevereiro de 2016 (4.808 em 2016 – 3.210 em 2017).
• Apreensões de Adolescentes (Guia de Apreensão de Adolescente Infrator) – Redução de 31,6% em relação a fevereiro de 2016 (809 em 2016 – 553 em 2017).
• Apreensões de Adolescentes (Apreensão de Adolescente por Prática de Ato Infracional e Cumprimento de Busca) – Redução de 51,2% em relação a fevereiro de 2016 (1.217 em 2016 – 594 em 2017).

Por G1 Rio
Postar no Google +

About Angel Morote

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

PUBLICIDADE

RIO DAS OSTRAS 25 ANOS

RIO DAS OSTRAS 25 ANOS

PATROCINADOR

PUBLICIDADE