Rio das Ostras tem serviços, orientações sociais e de saúde

Antônia da Silva saiu satisfeita do CRAS com o documento
de isenção da taxa de pagamento da carteira de identidade.
 Fotos: Mauricio Rocha / Arte ROJORNAL
No evento, Mônica Guedes, de 25 anos, cortou o cabelo e mudou o visual ao lado da filha Yasmim

Nesta terça-feira, dia 11, o Centro de Referência de Assistência Social - CRAS Central de Rio das Ostras, localizado no Parque da Cidade, em Nova Cidade, ofereceu diversos serviços, por intermédio do Projeto “CRAS e a Comunidade”.

Entre as ações, isenção de taxas para documentos, corte de cabelo, orientação jurídica, aferição de pressão arterial e explicações sobre os programas de saúde da Prefeitura. A iniciativa aproximou usuários e moradores da área de abrangência do CRAS.

“Nosso principal objetivo é garantir que a população tenha seus direitos garantidos. As famílias atendidas pelos CRASs em nossa cidade têm muitas demandas relativas à saúde, cidadania e também precisam de orientações para os serviços sociais”, explicou a Coordenadora Técnica da Secretaria, Rosimara Valadares de Oliveira.

Por intermédio de parcerias com a Secretaria de Saúde, Fundação Leão XIII, Procon, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Escola Técnica de Enfermagem Destak, Cruz Vermelha e Embeleze foi possível oferecer uma série de serviços à comunidade, todos gratuitos.

CIDADANIA – Antônia da Silva dos Santos, 54 anos, saiu satisfeita do CRAS Central. “Estou com o documento de isenção da taxa de pagamento para tirar minha carteira de identidade. Aqui também economizamos tempo, já que temos em um único local inúmeros serviços da Prefeitura”, afirmou.

No estande da Secretaria de Saúde, Ilda Souza Gomes, de 70 anos, pôde aferir a pressão arterial. “Sempre é bom se cuidar. Tenho diabetes e participava do Projeto Feliz Idade, no Centro do Idoso. Tive que fazer uma pequena cirurgia nos olhos e voltarei em breve”, enfatizou animada, antes de pegar a senha para fazer as unhas e sobrancelhas.

A dona de casa Viviane Alves aproveitou o dia de mutirão de serviços para buscar orientações jurídicas. “Quero desarquivar o processo de pensão alimentícia para minhas duas filhas. Meu ex-marido mora no Rio de Janeiro e preciso de ajuda, Com as informações recebidas serei encaminhada para a Defensoria Pública”, destacou.

“Estas ações da Prefeitura ajudam muito a população. No momento não tenho condições para ir ao salão de beleza todo mês”, disse Mônica Guedes, de 25 anos, que, acompanhada da filha Yasmim, aproveitou o serviço gratuito de cabeleireiro oferecido no CRAS Central para mudar o visual.

CADASTRO ÚNICO - Para as crianças foram oferecidos jogos recreativos, lanches e um divertido pula-pula. Quem compareceu ao “CRAS e a Comunidade” também pôde obter orientações sobre hanseníase e tuberculose, além de saber mais sobre o Cadastro Único, do Governo Federal, e sobre os serviços ofertados pela Secretaria Municipal de Bem-Estar Social.
Postar no Google +

About Angel Morote

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE