Imagens mostram mestre-sala da Beija-Flor brigando com policial na Baixada Fluminense

Imagens mostram briga entre o mestre-sala da Beija-Flor
e um policial aposentado. Reprodução Rede Globo
Claudinho é suspeito de ter atirado contra Milton Luiz Batalha. Segundo a polícia, os depoimentos das 3 pessoas ouvidas são divergentes.
O Bom Dia Rio teve acesso às imagens que mostram a briga entre o mestre-sala da Beija-Flor de Nilópolis, Claudinho, e um policial civil aposentado. A confusão aconteceu na madrugada do dia 25 de junho, no Centro de Nilópolis, na Baixada Fluminense.
As imagens mostram o mestre-sala e o policial Milton Estrela Batalha brigando no meio da rua, na frente de um bar. Logo em seguida, segundo as investigações, o policial Batalha está deitado no chão, depois de levar um tiro na altura do pescoço, enquanto Claudinho foge correndo. Em outras imagens, o policial aposentado aparece sendo socorrido.
“As imagens que nós temos, que é uma imagem externa, já pega os dois em confronto na calçada, em luta corporal, e as versões das três pessoas que estavam presentes, ou seja, o inspetor Batalha, o Cláudio e a mulher que estava com o Cláudio são divergentes”, explicou o delegado Sérgio Caldas.
Na última semana, o mestre-sala disse que o policial tinha, na hora da briga, duas armas e que tentou atacá-lo quando estava com uma amiga em um bar.
“Veio em minha direção com arma em punho apontando pra mim. Fui contra ele, já entrou em agressão um contra o outro e quando notei que estava com segunda arma em punho, fui pra cima dessa arma e realmente essa arma veio a disparar sobre ele”, afirmou Claudinho.
Apesar da pressão da família do policial civil aposentado, os investigadores ainda não decidiram se vão pedir a prisão do mestre-sala Claudinho. Eles querem ouvir ainda outras testemunhas e esperar o laudo final da perícia sobre a briga.
“Existe uma comoção grande por parte da família do Batalha, o inspetor aposentado, no sentido de que a polícia venha pedir a prisão inclusive do Cláudio. É uma decisão muito prematura. O delegado está para apurar a verdade e não para atender a interesses corporativos ou pessoais”, explicou Sergio Caldas.
Claudinho é mestre-sala da Beija-flor
 (Foto: Reprodução/TV Globo)
O tiro que pegou no policial saiu de uma arma calibre 38. Assim como o revólver, a pistola também entregue por Claudinho na delegacia, não tem registro. Os agentes investigam ainda o furto de uma arma, dentro da casa do policial aposentado.
“A arma subtraída do inspetor Batalha, no final do ano passado, não é nenhuma dessas duas. A arma subtraída da casa dele era uma arma registrada e essas duas armas arrecadadas não são registradas”, disse o delegado
O policial civil aposentado Milton Estrela Batalha, que estava internado no Hospital da Posse, em Nova Iguaçu, foi transferido para o Hospital Universitário Gaffrée Guinle, na Tijuca, no último domingo (2). Ele teve uma lesão na coluna.


Por Bom Dia Rio
Postar no Google +

About Angel Morote

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE