PF faz operação em 5 Estados contra corrupção na Agricultura

Agentes da Polícia Federal na sede em Curitiba
 - 17/03/2017 (Vagner Rosário/VEJA.com)
Agentes cumprem 62 mandados judiciais em Tocantins, Pará, Maranhão, São Paulo e Pernambuco. São dez pedidos de prisão temporária
A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta terça-feira a Operação Lucas, para desarticular um esquema de corrupção envolvendo servidores do Ministério da Agricultura e empresas do setor agropecuário fiscalizadas pela pasta. Os agentes cumprem 62 mandados judiciais em cinco estados: Tocantins, Pará, Maranhão, São Paulo e Pernambuco. São 10 mandados de prisão temporária, 16 de condução coercitiva e 36 de busca e apreensão.
A investigação teve início a partir da denúncia de que frigoríficos e empresas de laticínios fiscalizadas pelo Ministério da Agricultura teriam sido favorecidos em processos administrativos. Utilizando recursos como quebra de sigilo fiscal e bancário, a PF apurou que a então chefe de Fiscalização do Ministério da Agricultura recebia, de empresas fiscalizadas pelo órgão, valores mensais para as suas despesas pessoais.
De acordo com a Polícia, o esquema criminoso movimentou cerca de três milhões de reais entre os anos de 2010 a 2016. A Justiça também determinou o bloqueio de contas bancárias e indisponibilidade de bens avaliados em cerca de 2,2 milhões de reais, acrescentou a Polícia Federal.

A nota informa que as pessoas investigadas pela operação poderão responder pelos crimes de corrupção passiva e ativa. O nome de Lucas se deve a uma passagem bíblica, do livro do apóstolo de mesmo nome, que diz “Não peçais mais do que o que vos está ordenado” e “A ninguém trateis mal nem defraudeis, e contentai-vos com o vosso soldo”.
Postar no Google +

About Angel Morote

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE