Justiça determina que PMs desocupem casas no Alemão, Rio

Polícia garante que está ocupando apenas uma única casa na comunidade.
A Justiça determinou que Polícia Militar deve desocupar, imediatamente, as casas de moradores do Complexo do Alemão usadas como base pela corporação. A determinação judicial atende ao pedido da Defensoria em ação impetrada nesta quinta-feira (27) junto à 15º Vara de Fazenda Pública. Entretanto, o comandante da UPP Nova Brasília, Leonardo Zuma, alega que apenas uma casa na comunidade está ocupada e que os policiais vão sair do local nesta sexta-feira (28).
Ao fundamentar a decisão, a juíza Roseli Nalin ainda destacou que "o atuar do Comando Militar não poderá, ainda que em nome do grave quadro desenhado, praticar violações de direitos humanos em operações policiais, notadamente com invasão e ocupação das casas de civis para utilização como base militar, representando além de ofensa à proteção constitucional do domicílio e da posse afronta ao direito à vida, à integridade física e à segurança".
Na noite de quinta-feira (27), Raull Santiago, representante do coletivo Juntos pelo Complexo, divulgou em suas redes sociais que uma outra casa teria sido invadida pelos PMs. A polícia nega. "Na mesma hora, fui apurar essa história e confirmei que não tinha nada desse tipo acontecendo", afirmou o comandante da UPP Nova Brasília.
A ação foi movida após os núcleos de Defesa dos Direitos Humanos (Nudedh) e Contra a Desigualdade Racial (Nucora) da Defensoria constatarem que a corporação não havia cumprido a promessa de deixar as residências até o fim da última terça (25), conforme acordado em audiência pública com moradores da comunidade na sede da DPRJ.

Por G1 Rio
Postar no Google +

About Angel Morote

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE