Crea divulga, nesta quarta, resultado da 1ª fase de análise da ciclovia Tim Maia

Pilar de sustentação ficou intacto, mas pista desabou
(Foto: José Lucena/Futura Press/Estadão Conteúdo)
Acidente aconteceu no dia 21 de abril de 2016 e matou duas pessoas. Trecho onde aconteceu o acidente segue interditado.
O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea) se reunirá nesta quarta-feira (8) para divulgar o resultado da primeira fase de análise das obras da ciclovia Tim Maia, onde um trecho de 20 metros desabou em abril do ano passado, matando duas pessoas.
O trecho onde aconteceu o acidente segue interditado até hoje. Em fevereiro deste ano, representantes do Crea fizeram uma inspeção no local, acompanhados da Guarda Municipal e de técnicos da GEO-Rio e da empresa Concremat, responsável pela obra. O Crea tem ainda pouco mais de um mês para apresentar o projeto final do trecho que desabou
O juiz Eduardo Antônio Klausner, da 9ª Vara de Fazenda Pública, manteve a decisão dada pelos juízes Marcello Alvarenga Leite e Cristiana Aparecida de Souza Santos de que a desinterdição da ciclovia Tim Maia só seja feita após perícia realizada pelo Crea ou, em sua impossibilidade, pelo Instituto Alberto Luiz Coimbra de pós-graduação e pesquisa em engenharia (Coppe-UFRJ), sob pena de multa diária.
Queda de ciclovia matou duas pessoas
No dia 21 de abril de 2016, um trecho de 20 metros da ciclovia Tim Maia, que fica na Avenida Niemeyer, na Zona Sul do Rio desabou. Duas pessoas morreram no acidente: o engenheiro Eduardo Marinho Albuquerque, de 54 anos, e o gari comunitário Ronaldo Severino da Silva, de 60. O acidente aconteceu pouco mais de três meses após a inauguração da estrutura. Em maio de 2016 , a 9ª Vara de Fazenda Pública do Rio determinou a interdição da ciclovia.

Por Bom Dia Rio
Postar no Google +

About Angel Morote

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE