MP entra com ação de improbidade administrativa contra a ex-governadora Rosinha

Rosinha Matheus e seu marido, o também ex-governador
 Anthony Garotinho (Foto: Gerson Gomes/Prefeitura de Campos)
Ação diz que Rosinha deixou de pagar benefícios a pensionistas, mesmo diante de ordem judicial, o que resultou numa multa de R$ 302 mil ao estado.
O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro entrou com uma ação de improbidade administrativa contra a ex-governadora Rosinha Garotinho. A ação diz que na época em que era governadora, Rosinha deixou de pagar benefícios a pensionistas, mesmo diante de ordem judicial, o que resultou numa multa de R$ 302 mil ao estado.
O valor foi quitado em 2013. Na ação, o MP entendeu que como as ordens judiciais foram ignoradas, as autoridades devem ressarcir o estado com o valor dessa multa. Além de Rosinha, também responde Vanice Regina Lírio do Valle, que foi secretária de Administração e Reestruturação do governo Rosinha.
Após as pensionistas pleitearem junto à Procuradoria Geral do Estado o pagamento dos valores devidos, em 2013, a Fazenda Pública do Estado quitou o pagamento desses precatórios com o acréscimo de R$ 302 mil de multa no valor devido de R$ 1.167.385,09.
De acordo com a ação, o prejuízo ao erário com a multa imposta decorreu da prática das gestoras em desobedecer a decisão judicial. “A irregularidade do não cumprimento da ordem judicial enseja à aplicação da Lei de Improbidade Administrativa, razão pela qual, busca-se com esta ação civil pública o ressarcimento ao erário estadual referente ao dano provocado pelas demandadas”.

Por G1 Rio
Postar no Google +

About Angel Morote

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE