PM morre e outro fica ferido em ataque à UPP Mangueira, Rio

Parentes do policial que morreu são consoladas pelos PMs
 que estavam na porta do hospital (Foto: Carlos Brito / G1)
Policiais militares foram atacados durante a troca de serviço na Base Avançada do Telégrafo. Agentes da UPP e do Comando de Operações Especiais fazem ação no local.
Um policial morreu e outro foi baleado na perna, no início da manhã desta segunda-feira (17), após criminosos atacarem os PMs da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Mangueira, na Zona Norte do Rio.
Segundo o comando da UPP da Mangueira, os policiais foram atacados por volta das 8h, durante a troca de serviço na Base Avançada do Telégrafo. Houve confronto e os dois PMs foram baleados. Os agentes foram socorridos para o Hospital Quinta D'Or. O cabo Bruno Santos de Azevedo, de 29 anos, foi atingido na cabeça e não resistiu. Ele estava na corporação há seis anos, era casado e deixa uma filha e um enteado.
O policiamento na comunidade está reforçado pelo Comando de Operações Especiais (COE), Batalhões da região e por outras UPPs. Moradores também relataram nas redes sociais um intenso tiroteio na região.
RJ tem 88 policiais militares mortos em 2017
Com a morte do policial da UPP da Mangueira, sobe para 88 o número de PMs assassinados em 2017. O número já soma 10 PMs mortos a mais que o mesmo período do ano passado. O outro caso recente foi na sexta à noite (14). O PM Cléber de Castro Xavier Júnior foi morto em uma tentativa de assalto, quando estava de folga.

Por Carlos Brito, G1 Rio
Postar no Google +

About Angel Morote

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE