Prefeitura de Rio das Ostras oferece apoio e tratamento a quem deseja parar de fumar

O acolhimento e tratamento oferecidos pela equipe
multiprofissional do programa vêm ajudando muita gente.
Fotos: Divulgação / Arte ROJORNAL
Equipe da Secretaria de Saúde celebrou Dia Mundial sem Tabaco orientando a população na quarta, dia 31 de maio
Quem esteve na Praça José Pereira Câmara, no Centro, na quarta-feira, dia 31, ouviu histórias de sucesso de gente sorridente e com saúde.  Os participantes do Programa Municipal de Combate ao Tabagismo, que se livraram do fumo ou estão com foco nesse propósito, se uniram à equipe de saúde de Rio das Ostras para incentivar as pessoas que desejam deixar o cigarro e orientar toda a população sobre os males do tabaco.
A ação marcou o Dia Mundial Sem Tabaco, 31 de maio, e incluiu distribuição de material informativo a pedestres e motoristas, orientação ao público e aferição de pressão arterial.
Foi também uma oportunidade para as pessoas conhecerem melhor o Programa de Combate ao Tabagismo, da Secretaria Municipal de Saúde, que funciona no Centro de Reabilitação.
O acolhimento e tratamento oferecidos pela equipe multiprofissional do programa vêm ajudando muita gente. Kátia Oliveira, depois de algumas tentativas, conseguiu afastar-se do cigarro, dependência que a acompanhava há 42 anos.
“Cheguei a sofrer um derrame, tinha taquicardia, dores no corpo e pressão alta; tudo isso associado ao cigarro. Já não me imaginava sem o cigarro e estou há oito meses sem fumar. Estou muito feliz. Estou nascendo de novo. É como se fosse um milagre!”, diz, animada, a aposentada, de 54 anos.
O advogado Fernando Lacerda, de 62 anos, também fumava desde os 14 anos. Sofreu um AVC, em 2002, e ainda assim não conseguiu deixar o tabaco. Hoje ele comemora os quatro meses longe do cigarro, graças ao apoio do Programa Municipal.
“O que me incentiva a me manter longe do cigarro são as reuniões dos grupos do Programa e a minha história familiar: éramos sete filhos, todos os que fumavam tiveram problemas de saúde e dois infelizmente morreram por causa do cigarro”, conta Fernando.
MALES – Problema de Saúde Pública, o fumo traz malefícios a todos os que convivem com ele, direta ou indiretamente. De acordo com a Organização Mundial de Saúde - OMS, a epidemia global do tabaco mata quase 6 milhões de pessoas por ano, das quais mais de 600 mil não são fumantes,  vítimas do fumo passivo.   Estão previstas mais de 8 milhões de mortes por ano a partir de 2030, caso não haja mudança desse cenário.

 PROGRAMA - O Programa de Controle do Tabagismo de Rio das Ostras funciona no Centro Municipal de Reabilitação, localizado na Rua Henrique Sarzedas, 1001, em frente ao Pronto-Socorro. O atendimento acontece na segunda-feira, de 8h30 às 12h, e na terça-feira, de 13h30 às 19h.
Postar no Google +

About Angel Morote

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE