Oposição venezuelana volta às ruas contra constituinte de Maduro

Membros da Guarda Nacional Venezuelana se protegem
com escudos durante um protesto da oposição contra o
presidente Nicolas Maduro em Caracas, na Venezuela,
 nesta terça (Foto: Carlos Garcia/Reuters)
Na terça-feira houve mais mortes ligadas a distúrbios no país.
A oposição venezuelana promete novamente sair às ruas nesta quarta-feira (3), desta vez para protestar contra a convocação do presidente Nicolás Maduro de uma Assembleia Constituinte, considerada por ela uma "fraude" para evitar eleições e se reforçar no poder.
Três pessoas morreram na terça-feira (2) durante protestos em Carabobo, no centro da Venezuela, onde também foram registrados saques e danos a alguns imóveis, segundo informações divulgadas pelas autoridades através das redes sociais.
O Ministério Público disse através do Twitter que investigará a morte de Yonathan Quintero, um jovem de 21 anos, ocorrida na "noite de terça-feira, na avenida Villa Florida" na cidade de Valencia, capital de Carabobo, durante uma "situação irregular". O órgão não deu mais detalhes sobre este caso.
Por sua vez, o diretor da Defesa Civil, Jorge Galindo, afirmou que um ônibus colidiu ao "tentar desviar de uma barricada" na estrada Puerto Cabello-Valencia, e que este acidente culminou com a morte de duas pessoas e deixou dez feridas, que foram levadas para um hospital da região.
Também através do Twitter, Galindo mostrou fotografias do local com os obstáculos na via que, segundo ele, causaram o acidente.

Por G1
Postar no Google +

About Angel Morote

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE