Odebrecht oferece acordo de colaboração na Argentina em desdobramento da Lava Jato

Fachada da sede da Odebrecht em São Paulo
(Foto: Kevin David/A7 Press/Estadão Conteúdo)
Na Argentina, não há uma lei que permita redução de penas em caso de colaboração com a justiça.Odebrecht é investigada no país já que ganhou licitações para diversas obras públicas.
A construtora brasileira Odebrecht SA informou nesta terça-feira (9) que se apresentou à Justiça Federal da Argentina para oferecer um acordo de colaboração similar ao que firmou no Brasil, na Suíça e nos Estados Unidos, na tentativa de reduzir possíveis penas por pagamento de suborno.
A Argentina investiga o desdobramento local do escândalo de corrupção levantado pela operação Lava Jato, já que a Odebrecht ganhou licitações para diversas obras públicas em anos recentes, embora o quadro jurídico argentino possa dificultar um acordo com a companhia.
Apesar de não haver na Argentina uma legislação que estabeleça sanções a empresas ou que permita redução de penas em caso de colaboração com a justiça, a companhia se mostrou disposta a avançar com um acordo judicial.
A Odebrecht disse, em comunicado, que "hoje se apresentou à justiça federal argentina oferecendo um acordo de colaboração amplo e eficaz".
O chefe da procuradoria de investigações administrativas da Argentina (FIA, na sigla em espanhol), Sergio Rodríguez - que investiga os desdobramentos locais da Lava Jato -, se mostrou cauteloso sobre a abordagem da empresa, embora não descartou que a cooperação possa ajudar a impulsionar as investigações.
O esquema de propina da Odebrecht também é investigado no Peru, Colômbia, Chile, Equador, México, República Dominicana, Venezuela, Panamá e Portugal.

Por Reuters
Postar no Google +

About Angel Morote

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE