Tremor de magnitude 6,9 é registrado no mar perto da costa do Chile

Pessoas são vistas nas ruas após evacuarem prédios
 em Viña del Mar, no Chile, depois de terremoto na
segunda-feira (24) (Foto: Francesco Degasperi/AFP)
Autoridades chegaram a pedir evacuação de área costeira, mas depois cancelaram ordem por avaliar que não haveria tsunami.
Um tremor de magnitude 6,9 foi registrado nesta segunda-feira (24) pelo Serviço Geológico dos EUA (USGS), com epicentro no mar, próximo do litoral da zona central do Chile, às 18h38, hora de Brasília.
O serviço americano situa o ponto central do abalo sísmico a 35 km da cidade de Valparaíso, principal porto chileno. A informação inicial era de que a magnitude havia sido 7,1. Depois, o número foi atualizado para 6,9 pelo USGS.
O Escritório Nacional de Emergência chileno (Onemi, na sigla em espanhol) chegou a pedir a evacuação da zona costeira, mas depois avaliou que o abalo não reúne as características para a formação de tsunami, cancelando a ordem.
Veículos são vistos em congestionamento após ordem de evacuação de costa por alerta de tsunami em Viña del Mar, no Chile, na segunda-feira (24) (Foto: Reuters/Rodrigo Garrido)
Apesar de ter sido sentido numa faixa de centenas de quilômetros do centro chileno, incluindo a capital Santiago, às 19h00, segundo informação do jornal local "El Mercurio", não havia notícia de danos materiais ou feridos.
O metrô de Valparaíso teve o serviço suspenso e há relatos de que pedras se soltaram de encostas e rolaram sobre a rodovia Los Libertadores, que percorre a área metropolitana de Santiago.
A emissora CNN publicou um vídeo que mostra como foi sentido o tremor em sua redação no Chile (ASSISTA).
O Facebook ativou o status de segurança para que seus usuários na região do terremoto avisem a amigos e parentes que estão bem.
A presidente chilena Michelle Bachelet pediu calma após receber um relatório sobre a extensão do terremoto e suas consequências. "Não estamos diante de um cenário de maiores danos", disse. "Embora o tremor tenha sido sério, de longa duração, felizmente a informação que temos é de que os danos são relativamente pequenos e que não há perdas humanas", comentou, segundo o "El Mercurio".
Diversas réplicas de menor intensidade foram registradas horas depois, também próximas a Valparaíso.
Segundo a Reuters, a estatal chilena Codelco, uma das maiores mineradoras de cobre do mundo, disse que suas operações não foram afetadas.
O Chile, localizado no chamado “Círculo de Fogo do Pacífico”, possui longa história de terremotos mortais, incluindo um tremor de magnitude 8,8 em 2010, que gerou um tsunami que devastou cidades costeiras e matou mais de 500 pessoas.
Este foi o sexto maior terremoto já registrado no país, de acordo com o USGS. O maior tremor já registrado na história, de magnitude 9,5, aconteceu em 1960.
Um forte terremoto de magnitude 7,6 atingiu o sul do Chile no Natal de 2016, fazendo com que milhares de pessoas deixassem áreas costeiras, mas nenhuma morte ou grandes danos foram relatados na região turística.
O longo e esguio país se alastra ao longo da beira de duas placas tectônicas, com a Placa de Nazca abaixo do Oceano Pacífico Sul, empurrando para a Placa Sul-Americana, em um fenômeno que também formou a Cordilheira dos Andes.

Por G1
Postar no Google +

About Angel Morote

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE