Mosquitos serão capturados em parque de Macaé após morte de macacos

Parque Atalaia, em Macaé, passará por uma varredura para
 a captura de mosquitos Mosquito haemagogus janthinomys,
 também é transmissor da febre amarela
 (Foto: Ana Chaffin/Divulgação)
Equipe da Fiocruz vai estudar os mosquitos em laboratório, após morte de 2 macacos bugio.
Pesquisadores da Fiocruz vão montar armadilhas no Parque Atalaia, em Macaé (RJ), para a captura de mosquitos após a morte de dois macacos da espécie bugio na tarde deste sabado (1º).  A informação foi divulgada pela Prefeitura de Macaé neste domingo (2). Ainda não  confirmação de que a morte dos macacos tenha sido provocada pela febre amarela.
A varredura na mata terá apoio da equipe do Parque Atalaia e Guarda Ambiental. Os mosquitos capturados serão estudados em laboratório.
Os macacos foram encontrados por agentes da Guarda Ambiental e do Parque Municipal Atalaia durante uma ação rotineira de monitoramento. Ainda segundo a Prefeitura, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), Fiocruz e Coordenadoria de Vigilância em Saúde do munípio foram imediatamente comunicados.
Vacinação
A Prefeitura informou que uma equipe de vacinação da Secretaria de Saúde fará a imunização contra a febre amarela dos moradores na área que fica no entorno do Parque Atalaia.
O início
Os primeiros dois casos de febre amarela no Estado foram identificados em Casimiro de Abreu no dia 15 de março. A secretaria de Estado de Saúde disse que todos foram contraídos na zona rural da cidade.
Após as primeiras confirmações em Casimiro, uma corrida foi iniciada para a imunização dos moradores. Um Hospital de Campanha chegou a ser montado e agilizou o atendimento.

Até agora, são nove casos de febre amarela em todo o Rio de Janeiro: sete em Casimiro de Abreu, onde uma pessoa morreu, um em São Fidélis e um em São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos.

A febre amarela silvestre é transmitida por mosquitos (Haemagogus e Sabethes) que vivem nas matas e na beira dos rios, porém, o vírus é igual ao da febre amarela urbana, com os mesmos sintomas e evolução da doença.

Do G1 Região dos Lagos
Postar no Google +

About Angel Morote

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

PUBLICIDADE

RIO DAS OSTRAS 25 ANOS

RIO DAS OSTRAS 25 ANOS

PATROCINADOR

PUBLICIDADE