Rio das Ostras e Marinha fazem trabalho de prevenção ao Aedes nas escolas

Os alunos, crianças entre 7 e 11 anos, do 2º ao 5º ano, assistiram
à palestra ministrada pelos representantes da Marinha e
a vídeos educativos. Fotos Divulgação
Palestras e atividades pedagógicas serão feitas até o fim de abril

Acreditando que crianças e jovens são os melhores multiplicadores de informação, a Prefeitura de Rio das Ostras e a Marinha estão promovendo ações educativas de saúde nas escolas. Equipes estão visitando unidades municipais, conversando com os alunos sobre o combate ao Aedes Aegypti. As atividades começaram nesta quarta, dia 15, na Escola Municipal Jeronymo Mendes da Costa, no Recanto.

Os alunos, crianças entre 7 e 11 anos, do 2º ao 5º ano, assistiram à palestra ministrada pelos representantes da Marinha e a vídeos educativos. Também receberam material informativo.

“Nosso objetivo é conscientizar sobre os riscos da proliferação do Aedes Aegypti e das doenças transmitidas. Os alunos são muito atentos e vão levar essas informações a seus pais, amigos e vizinhos”, explica o suboficial Barreto, da Marinha. A ação educativa é feita pelo Comando do 1º Distrito da Marinha no Estado do Rio de Janeiro, em parceria com a Prefeitura e Ministério da Saúde.

Marcelo Barelli e Amarildo Rios, da Vigilância em Saúde do Município, também participaram da ação e orientação de alunos e professores. Em uma segunda etapa, os representantes da Marinha e agentes da Vigilância vão vistoriar as escolas da Rede Municipal, acompanhados dos estudantes, para identificar e orientar sobre situações que possam propiciar a proliferação do mosquito. O trabalho segue até o fim de abril, uma vez que este é o período do ano de maior proliferação do Aedes Aegypti.

Pedro Oliveira, de 8 anos, mostrou que está atento às orientações. “A gente tem que cuidar para não deixar água parada, porque senão o mosquito bota os ovos e nascem mais mosquitos que vão passar as doenças”, explica.
“A amiga da minha mãe e a filha dela tiveram dengue. Lá em casa a gente sempre cuida para não ter o mosquito”, conta Sara Kayode, aluna do 3º ano.


ESCOLAS – Além da Jeronymo Mendes da Costa, já estão na programação visitas às escolas Nilton Balthazar e Simar Machado Sodré. Outras unidades devem receber as equipes, de acordo com cronograma ainda a ser divulgado. 
Postar no Google +

About Angel Morote

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE