Opositor venezuelano está há 12 dias em isolamento na cadeia

Lilian Tintori (La Patilla/Reprodução)
Segundo a esposa Lilian Tintori, o opositor não pode ver "nem sua família, sem seus filhos, nem seu advogado"
O opositor venezuelano Leopoldo López permanece isolado em uma cela há doze dias como castigo, denunciou nesta segunda-feira sua mulher, Lilian Tintori. Segundo ela, a alegação oficial é de que seu marido brigou com carcereiros.
 “São 12 dias de isolamento. É tortura”, afirma Tintori diante da prisão militar de Ramo Verde, na periferia de Caracas, em vídeo compartilhado nas redes sociais. “Ninguém pode ver Leopoldo. Nem sua família, sem seus filhos, nem seu advogado.”
Leopoldo López, um dos líderes da oposição ao governo de Nicolás Maduro, é escoltado pela Guarda Nacional depois de se entregar, durante uma manifestação em Caracas
Leopoldo López, líder da oposição venezuelana, durante discurso
em 12 de janeiro de 2013 (Juan Barreto/AFP)
Tintori difundiu no Twitter uma cópia da “notação de punição disciplinar” contra López, que implica um isolamento de 15 dias. Segundo o texto, o político de 45 anos “se dirigiu de maneira desrespeitosa e violenta aos carcereiros, fazendo ameaças e ofendendo o diretor, chamando-o de covarde”.
“Leopoldo sofre uma sistemática violação de direitos”, denunciou Tintori, pedindo pelo cumprimento das medidas cautelares concedidas pela Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) a López e sua família.

Em 16 de fevereiro, o Supremo Tribunal de Justiça (TSJ) ratificou em última instância a condenação de quase 14 anos de prisão contra o dirigente opositor, acusado de incitar a violência durante protestos para exigir a renúncia do presidente Nicolás Maduro em 2014.
Com AFP
Postar no Google +

About Angel Morote

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE