Febre Amarela: Secretário de do Estado discute ações com prefeitos da Região

Pessoas com idade entre 6 meses e 60 anos receberão a dose.
Participam 6 prefeitos e um representante; cidade teve morte pela doença.
O secretário estadual de Saúde do Rio, Luiz Antônio de Souza Teixeira Júnior, se reúne na manhã desta quinta-feira (16) com prefeitos em Casimiro de Abreu, no interior do Rio. A reunião é para discutir ações de prevenção e combate à febre amarela. O Estado confirmou, na quarta-feira (15), dois casos da doença na cidade; um paciente morreu no sábado (11). A reunião começou às 9h30 no Auditório do Instituto de Previdência de Casimiro (Iprev).
Participam da reunião os prefeitos de Casimiro de Abreu, Paulo Dames, de Cachoeiras de Macacu, Mauro Soares, de Rio Bonito, José Luis Antunes, de Rio das Ostras, Carlos Augusto, de Santa Maria Madalena, Carlos Alberto Botelho, de Trajano de Moraes, Rodrigo Viana, de Macaé, Aluisio Junior, e Roberto Pillar, representante da Prefeitura de Cabo Frio.
Segundo a Prefeitura, após reunião na quarta (15), ficou definido que haverá vacinação em um Hospital de Campanha na Praça do Centro e nas escolas, no ambulatório do Hospital Municipal Ângela Maria Simões Menezes, nos Centros de Referência e Especialidades Médicas (CREM), na sede do município e no distrito de Barra de São João, além das unidades do Programa Saúde da Família (ESF).
Estes locais estarão abertos ao público em horário especial, das 8h às 19h.
Anteriormente, a vacina era aplicada em quem comprovasse viagem para áreas consideradas de risco, como Espírito Santo e Minas Gerais. Pessoas com idade entre 6 meses e 60 anos receberão a dose.
Watila Santos
A família de Watila Santos, de 38 anos, que morreu no sábado (11) diagnosticado com febre amarela, em Casimiro de Abreu, foi vacinada nesta quarta-feira (15): 12 adultos e nove crianças.
Os parentes contaram ainda que o pedreiro não viajou para nenhuma área endêmica, como os estados de Minas Gerais e Espírito Santo. Porém, há 15 dias esteve em uma reserva de mata fechada que fica a 12 Km de Córrego da Luz, em uma região que existem muitos macacos, que são indicadores da presença de vetores da doença em uma região.
Outro caso da doença confirmado nesta quarta pela Secretaria de Estado de Saúde é de homem de 37 anos, também de Córrego da Luz. Ele foi transferido de Casimiro de Abreu para o Hospital dos Servidores no Rio de Janeiro, onde segue internado. Um tio de Watila, que continua internado em Casimiro de Abreu com os mesmos sintomas, aguarda o resultado dos exames.

Do G1 Região dos Lagos
Postar no Google +

About Angel Morote

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE