Prefeitura paga a Mississipi e exige o pagamento dos 150 funcionários de limpeza das unidades de saúde de Rio das Ostras

“Negociamos o valor da medição de janeiro, que era R$ 650 mil
 e estamos pagando nesse momento apenas o valor referente
aos salários dos funcionários”, Carlos Augusto.
Foto: Ákilla Ribeiro / Angel Morote / Reprodução
A dívida deixada pela gestão passada será paga após a auditoria do contrato

A Prefeitura de Rio das Ostras assinou hoje, dia 22, a liberação da nota de pagamento no valor de R$395 mil à empresa Mississipi, responsável pela limpeza nas unidades de saúde do município. Em reunião entre o prefeito Carlos Augusto e representantes da terceirizada, ficou acordado, com base em um parecer da Procuradoria Geral do Município, que este valor será destinado ao pagamento do salário de janeiro dos cerca de 150 funcionários da empresa.

“Negociamos o valor da medição de janeiro, que era R$ 650 mil e estamos pagando nesse momento apenas o valor referente aos salários dos funcionários. Estamos avaliando tudo com muito critério, já que se trata de dinheiro público, mas não queremos prejudicar os profissionais da empresa, que são chefes de família e precisam desse dinheiro para manter seu sustento”, argumentou o prefeito.

De acordo com o procurador geral do Município, Renato Vasconcellos, o contrato com a empresa será auditado e, somente após esse processo, o Município fará o acerto das dívidas deixadas pela gestão passada com a Mississipi, que somam mais de R$ 4,7 milhões. “A empresa está desde julho de 2016 sem receber os pagamentos previstos, mas antes de efetuá-los, precisamos saber se todo o processo foi feito de forma correta e se as medições estão certas”, pontuou o procurador.
Postar no Google +

About Angel Morote

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE