Por reforço na segurança, Temer autoriza Forças Armadas no RJ

Policiais patrulham ruas de Vitória por causa de paralisação
 da PM (Gilson Borba/Futura Press/Folhapress)
Ministério da Defesa ainda não definiu quantos militares serão enviados ao estado e quais regiões serão patrulhadas; medida também foi adotada no ES
O presidente Michel Temer autorizou o uso das Forças Armadas no Rio de Janeiro para auxiliar o policiamento das ruas em meio à mobilização de familiares de policiais militares, iniciada na última sexta-feira. O governador do Rio, Luiz Fernando Pezão (PMDB), reuniu-se com Temer nesta segunda-feira no Palácio do Planalto para discutir o assunto.
No momento, o governo federal trabalha no planejamento da ação para decidir quantos militares serão enviados ao estado ou deslocados para essas atividades. Também estão sendo estudados os locais em que atuarão e a data de início das ações, prevista inicialmente para amanhã.
A autorização é a mesma concedida na semana passada para uso das tropas no Espírito Santo, onde familiares de policiais militares impediram a saída de viaturas em forma de protesto.
Nesta manhã, no centro do Rio, manifestantes acampadas bloquearam a saída do prédio do Batalhão de Choque, onde funcionam unidades como o Batalhão de Policiamento em Grandes Eventos.
Para tentar evitar um motim de policiais militares, como ocorreu no vizinho Espírito Santo, Pezão anunciou na semana passada o pagamento amanhã, terça-feira, do salário de janeiro dos servidores das secretarias de Segurança Pública, entre os quais policiais militares, e de Administração Penitenciária com reajuste de 10,22%, que estava previsto para ocorrer em 2020.

(com Agência Brasil)
Postar no Google +

About Angel Morote

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE