Câmara anula doação de aviões da FAB a Moçambique acertada no governo Dilma

Para que doação fosse efetivada, Congresso precisava aprová-la, mas, em agosto do ano passado, governo Temer pediu arquivamento do projeto.
A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta quarta-feira (8), por 271 votos a 93, a retirada de tramitação de um projeto que previa a doação de três aeronaves da Força Aérea, modelo Tucano, a Moçambique.
A doação foi acertada em 2013, ainda no governo da então presidente Dilma Rousseff, mas, para ser efetivada, precisava da aprovação do Congresso.
À época, o Poder Executivo argumentou que a doação reforçaria o bom relacionamento entre Brasil e Moçambique.
Em agosto do ano passado, porém, quando Michel Temer exercia a função de presidente em exercício, o Palácio do Planalto encaminhou um pedido ao Congresso para que tramitação do projeto fosse desconsiderada.
No pedido, o governo Temer justificou que, diante da demora na tramitação do pedido, houve uma solicitação de reavaliação da doação ainda na gestão de Dilma.
À época, o Planalto também argumentou que a doação impactaria de forma negativa na frota da Força Aérea Brasileira.

Por Bernardo Caram, G1, Brasília 
Postar no Google +

About Angel Morote

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE