Justiça aceita denúncia contra piloto de lancha que atropelou 'banana boat' decapitando criança em 2016. | Rio das Ostras Jornal

Justiça aceita denúncia contra piloto de lancha que atropelou 'banana boat' decapitando criança em 2016.

Maria Luiza, moradora de Rio das Ostras morreu em acidente no mar
de CaboFrio. (Foto: Facebook/Reprodução)

Acidente aconteceu na Praia do Forte, em Cabo Frio, e deixou outras três pessoas feridas. De acordo com o TJRJ, após denúncia aceita, o processo passará por audiências e podem ser realizadas perícias que levarão à conclusão do inquérito.
A Justiça divulgou nesta quarta-feira (4) que o juiz da 2ª Vara Criminal de Cabo Frio recebeu e aceitou a denúncia contra o piloto de uma lancha que atropelou uma "banana boat" e decapitou uma menina de 10 anos na Praia do Forte, em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio. O acidente aconteceu em 2016 e deixou outras três pessoas feridas.
De acordo com o TJRJ, após a denúncia ter sido aceita, o processo passará pelo procedimento normal, com realização de Audiência de Instrução e Julgamento. Testemunhas de defesa e acusação serão ouvidas e o piloto também será interrogado.
O TJRJ informou que nesta etapa do processo, a Justiça pode solicitar perícias que serão analisadas para que sejam tomadas as conclusões do inquérito.
Ainda segundo o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, o denunciado tem o prazo de 10 dias para apresentar a defesa, caso não apresente dentro do prazo, defensores públicos devem ser disponibilizados para defesa do piloto.
Na época do acidente, o homem que pilotava a lancha chegou a ser preso em flagrante, mas teve a liberdade provisória concedia. De acordo com o TJRJ, ele passou a cumprir medidas cautelares, como a proibição de acesso a qualquer embarcação marítima e comparecimento mensal ao juízo para justificar suas atividades.
Lancha atropelou uma menina que foi decapitada e morreu
na Praia do Forte em Cabo Frio (Foto: Reprodução / Inter TV)
Relembre o caso
Em dezembro de 2016, uma lancha atropelou uma "banana boat" e uma menina de 10 anos foi decapitada na Praia do Forte. Segundo o Corpo de Bombeiros, a menina era de Rio das Ostras. Outras três pessoas que estavam no brinquedo aquático foram encaminhadas ao Hospital Central de Emergência (HCE) com ferimentos leves.
O dono da "banana boat" informou que transportava 20 pessoas. Logo após o acidente, a mesma lancha que guiava o brinquedo resgatou algumas vítimas com a ajuda de outra embarcação.
Os envolvidos no acidente foram conduzidos para a Capitania dos Portos de Cabo Frio para prestarem depoimento.
Segundo a Capitania dos Portos, os dois condutores – o da lancha envolvida no acidente e o da embarcação que guiava a "banana boat" - eram habilitados e a documentação das embarcações estavam em dia.
Por G1 Região dos Lagos

Postar no Google +

About Angel Morote

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.