Pedido de prisão de Aécio só será julgado em agosto, diz STF

© Marcos Oliveira/Agência Senado Decisão aguardará
 recesso do Judiciário, informou gabinete do relator,
ministro Marco Aurélio Mello
O pedido de prisão do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) será julgado apenas em agosto, após o recesso do Judiciário. A informação foi confirmada pelo gabinete do ministro Marco Aurélio Mello, relator da matéria no Supremo Tribunal Federal (STF). As informações são do UOL.
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, elaborou o pedido de prisão. De acordo com funcionários do gabinete, o julgamento só poderá ser retomado após Janot elaborar um parecer sobre o pedido da defesa do senador para que o plenário, composto pelos 11 ministros da Corte, decida sobre a prisão e o afastamento.
À princípio, o caso seria julgado pela 1ª Turma do Supremo, mas a defesa de Aécio pediu para que o caso fosse encaminhado ao plenário.
A última sessão da 1ª Turma do STF antes do recesso será realizada nesta terça-feira (27), enquanto a última reunião do plenário antes das férias será na quarta (28).
Como a PGR ainda não divulgou o parecer, há o entendimento de que não haverá tempo suficiente para que o caso seja julgado ainda neste semestre.
O caso seria julgado na última terça-feira (20) na 1ª Turma, mas o relator, ministro Marco Aurélio, adiou o julgamento para decidir antes sobre o recurso.
O advogado do senador, Alberto Zacharias Toron, afirmou, em nota, que a defesa de Aécio "refuta integralmente" o a denúncia e afirma ver uma "inexplicável pressa" da PGR em apresentar a acusação, oferecida antes de o parlamentar prestar esclarecimentos.

Postar no Google +

About Angel Morote

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE