Macaé ganha o primeiro passeador público de cães

Espaço funciona no Parque da Cidade,
diariamente Fotos: Guga Malheiros
O primeiro passeador público para cães de Macaé foi inaugurado neste domingo (4), no Parque da Cidade. O poder público representado pelo vice-prefeito Vandré Guimarães e a sociedade civil, representada por simpatizantes, parceiros, protetores e proprietários deram “um abraço à causa animal” com a entrega do espaço de recreação.
O vice-prefeito destacou a política de proteção aos animais domésticos como uma questão de saúde pública que o Poder Executivo tem como missão desenvolver.

- Esta é sem dúvida uma questão de saúde pública e fora isso há também a questão do afeto para com os animais domésticos como cães e gatos. Quando o Poder Público se junta com a sociedade para intervir nos problemas do dia a dia ele se insere no processo. Este é um tipo de política que deve permanecer – afirmou Vandré Guimarães.

Para a inauguração do passeador público, a coordenadoria especial de Promoção da Saúde dos Animais e Controle de Zoonoses, ligada à secretaria de Saúde, contou com a parceria das secretarias adjuntas de Obras e Serviços Públicos, na realização da capina do espaço e revitalização do prédio onde irá funcionar o Centro de Referência dos Animais. Os preparativos, durante o sábado (3) e domingo (4), contaram com diversas pessoas que colaboraram com a mão de obra de faxina, pintura de parede e plantio de mudas, num entrosamento entre o poder público e a sociedade civil.

O passeador público é voltado para a recreação dos animais domésticos e convívio da sociedade. De acordo com o coordenador de Promoção da Saúde dos Animais e Controle de Zoonoses, Rafael Amorim, o passeador público de cães é um ambiente de recreação. Ele ressaltou ainda a funcionalidade do Centro de Referência dos Animais.

- Nossa cidade possui mais de 17 mil cães e cerca de quatro mil gatos que precisam ser cuidados. Através do Programa Municipal de Controle Populacional de Cães e Gatos pretendemos oferecer aqui um local para a vacinação e para a castração. Iremos disponibilizar, além do passeador, uma área própria para a realização de feiras de adoção e outros eventos com ações de educação para o trato dos animais – garantiu Amorim.

Parceiros – A empresa de vigilância JAP, representada pelo seu diretor José Luiz e que trabalha há um ano na Praia Campista, acreditou no projeto e entrou na parceria. “Nosso patrocínio irá garantir a segurança das pessoas e animais que vierem ao Parque da Cidade para trazerem seus animais”, disse a administrativa Luciana Rodrigues (32 anos).

A médica veterinária Gizeli Ribeiro (27 anos) disse que Macaé precisava de uma política deste porte voltada para os animais domésticos e considerou como positiva a ação realizada no parque. Ela enumerou os benefícios de um passeador.

- Tudo isso contribui para que o cão seja mais calmo e equilibrado, tanto na rua quanto em casa. O passeador proporciona saúde e bem-estar, tira o desânimo e o tédio do animal, diminui e evita o estresse, equilibra a energia aumentando a felicidade e a satisfação do cão -, assinalou.


O passeador público para cães de Macaé funciona, diariamente, no Parque da Cidade que está localizado na Rua Raul Lages Evangelista, nº 2, na Praia Campista.
Postar no Google +

About Angel Morote

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE