Rio das Ostras perde parte de sua Figueira Centenária

De acordo com relatos históricos, a figueira serviu de abrigo
a imperadores que faziam uma breve parada em Rio das Ostras,
durante as viagens pela região.  Fotos Divulgação  / Arte ROjornal
Período de chuva e vento provocou queda da figueira, admirada por moradores e turistas

No início desta semana, um grande símbolo do município de Rio das Ostras sofreu com o período de chuvas e vento. A queda da centenária Figueira do Imperador, localizada no calçadão da orla do Centro, levou parte da história da cidade.  A árvore centenária tão admirada por moradores e turistas, que protegia as pessoas do sol e calor à beira-mar, não resistiu à força dos ventos.

Segundo o secretário de Meio Ambiente, Ivan Noé, um engenheiro agrônomo da Secretaria está fazendo o laudo para saber o motivo da queda e como deve ser o manejo para manter a sua estrutura. “Esse estudo tem como objetivo saber como devemos proceder com sua poda para que a estrutura do tronco não fique comprometida. Temos que saber como faremos a poda para manter o equilíbrio e evitar o risco de novo tombamento. A previsão é de que o laudo fique pronto até semana que vem”, informou o secretário

De acordo com relatos históricos, a figueira serviu de abrigo a imperadores que faziam uma breve parada em Rio das Ostras, durante as viagens pela região. Ela foi revitalizada pela administração municipal no ano 2000.

Desde então, a centenária, entre as praças José Pereira Câmara e São Pedro, passou a ser um lugar de descanso, proteção e contemplação das belezas da costa riostrense.

QUEDAS DE ÁRVORES – No último final de semana, a Defesa Civil de Rio das Ostras também atendeu a outros chamados de queda de árvores em diversos pontos da cidade.

Além da Figueira Centenária, mais sete árvores foram tombadas devido às chuvas. Entretanto, apesar da chuva intermitente, a Defesa Civil não teve registro de desabrigados ou desalojados no Município. A orientação do órgão é de que os moradores permaneçam em suas moradias em caso de fortes chuvas e, se necessário, entrem em contato pelo telefone 199, que funciona 24 horas do dia.


A Defesa Civil comunica, ainda, que há previsão de chuvas para as próximas horas.
Postar no Google +

About Angel Morote

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE