Dois macacos são achados mortos no Parque Atalaia, em Macaé

O mutirão dos últimos dois dias foi formado por uma equipe
 da Fiocruz, do Estado do Rio, do Nupem, da Guarda Ambiental
e CCZ de Macaé, e do Parque Municipal Atalaia.
 Fotos: Ana Chaffin /Arte ROJO
Animais foram levados para a UFRJ para passar por exames; há suspeita de febre amarela.
Dois macacos bugios foram encontrados mortos no Parque Municipal Atalaia, em Macaé, no interior do Rio, nesta terça (11) e quarta-feira (12). Segundo a Prefeitura, as ossadas estavam em um raio de um quilômetro onde foram encontradas as carcaças anteriores. Os animais foram levados para o Núcleo em Ecologia e Desenvolvimento Ambiental (Nupem) para exames; há suspeita de febre amarela. Em 7 de abril, o exame confirmou a doença em um macaco achado no parque.
O mutirão dos últimos dois dias foi formado por uma equipe da Fiocruz, do Estado do Rio, do Nupem, da Guarda Ambiental e CCZ de Macaé, e do Parque Municipal Atalaia. Eles percorreram um parâmetro maior da mata.
Segundo explicou o zoólogo e professor do Nupem, Pablo Gonçalves, a análise dos ossos vai resultar em uma documentação que visa identificar os primatas afetados pela febre amarela, como idade e características.
“Podemos identificar qual parcela da população do bugio está mais suscetível. Há diferenças entre eles e podemos ver também, por meio da idade, qual parte da população é mais resistente. É um tipo de primata pouco estudado e esse levantamento é importante”, explica.

Por G1, Macaé
Postar no Google +

About Angel Morote

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE