China reage à instalação de escudo antimísseis na Coreia do Sul

EUA anunciaram na segunda-feira à noite o início da instalação
 de sistema antimísseis na Coreia do Sul após Coreia do Norte
lançar mísseis balísticos (Foto: KRT via AP Video)
EUA anunciaram na segunda-feira à noite o início da instalação de sistema antimísseis na Coreia do Sul após testes da vizinha Coreia do Norte.
A China defenderá "com determinação" sua segurança após a instalação do escudo antimísseis americano THAAD na Coreia do Sul, anunciou nesta terça-feira (7) o ministério das Relações Exteriores.
"A China tomará resolutamente as medidas necessárias para defender os próprios interesses (em termos) de segurança", afirmou o porta-voz do ministério, Geng Shuang.
"Todas as consequências decorrentes disto serão suportadas por Estados Unidos e Coreia do Sul", completou.
Washington anunciou na segunda-feira à noite o início da instalação de elementos do sistema antimísseis na Coreia do Sul, um dia depois da Coreia do Norte ter disparado quatro mísseis - três deles caíram no Mar do Japão.
"Pedimos a todas as partes que detenham a instalação e que não sigam por este mau caminho", afirmou Geng.
A China considera que o sistema THAAD (Terminal High-Altitude Area Defense) e seu potente radar podem reduzir a eficiência de seus próprios sistemas de mísseis.
Pequim adotou nos últimos meses uma série de medidas consideradas pela Coreia do Sul como sanções econômicas pelo projeto THAAD e anulou visitas de artistas sul-coreanos a China. Também convocou um boicote ao grupo sul-coreano Lotte.

Por France Presse
Postar no Google +

About Angel Morote

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE