Justiça condena ministro Moreira Franco e ex-prefeito a devolverem R$ 2 milhões aos cofres públicos do RJ

Ministro Moreira Franco (PMDB-RJ)
(Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)
Ação apurou desvio de recursos na educação no estado do Rio na época em que Moreira era governador do estado do Rio. Ex-prefeito de Miracema também foi condenado.
O ex-governador do estado do Rio Moreira Franco, atual ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, e o ex- prefeito de Miracema Jairo Barros Tostes, foram condenados pela 9ª Vara Federal de Fazenda Pública a devolver R$ 2 milhões aos cofres públicos.
Esse processo corre na Justiça há mais de 20 anos e teve origem em investigações feitas por uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), da década de 1990, que apurava desvio de recursos na educação no estado do Rio. Moreira Franco foi governador do estado do Rio entre os anos de 1987 e 1991. A ação civil pública diz que houve irregularidades no repasse de dois cheques para o pagamento de merenda escolar.
Moreira Franco teria entregue os dois cheques, em mãos, ao então prefeito de Miracema. O que, segundo a sentença, impediu que fosse feito controle do destino do dinheiro. A decisão foi proferida pela juíza Flávia Viveiros de Castro, do grupo de sentenças do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.
A equipe de reportagem do Bom Dia Rio tentou entrar em contato com o ministro Moreira Franco e com Jairo Barros, mas ainda não conseguiu.

Por Bom Dia Rio
Postar no Google +

About Angel Morote

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE