Foto mostra homens armados dentro de galpão da SuperVia, na Zona Norte do Rio

Imagem mostra criminosos armados dentro de galpão
da SuperVia (Foto: Recebida por WhatsApp)
As polícias Civil e Militar investigam quem são os suspeitos que aparecem com fuzis e fardados. Concessionária comunicou que registrou ocorrência do fato.
Uma imagem que circulou por redes sociais na última semana levou as polícias Militar e Civil a iniciarem investigações para descobrir quem são os 19 homens com fuzis num galpão em Deodoro, bairro da Zona Norte do Rio de Janeiro. Na foto, eles não só empunham as armas de guerra como estão fardados com uniformes da Polícia Militar, especificamente do Batalhão de Choque da corporação.
Os suspeitos exibem as armas e parecem muito à vontade nas instalações, com carros estacionados e, mais ao fundo, vagões de trens. O local pertence à SuperVia, a concessionária de transporte ferroviário do estado, e fica na comunidade do Muquiço.
A empresa confirmou que o galpão pertence à companhia e informou ter feito um registro administrativo e um boletim de ocorrência na polícia assim que teve conhecimento da imagem. Segundo a SuperVia, o local foi invadido, mas a segurança patrimonial da instalação é terceirizada e não faz uso de armas.
Em nota, a concessionária explicou também que "o galpão destinava-se à implantação de uma oficina de reforma e montagem de trens, mas adiou o projeto por falta de segurança na região".
A empresa ressaltou que a insegurança já impôs também a suspensão, em dezembro do ano passado, o funcionamento da ligação Deodoro-Honório Gurgel. "Ultimamente, o espaço vem sendo utilizado como garagem de trens desativados e é alvo de furtos frequentes", destaca o texto.
Procurada, a Polícia Civil informou que as investigações estão em andamento na 30ª DP (Marechal Hermes) para identificar os suspeitos na foto. A imagem também chegou ao serviço de inteligência da Corregedoria da PM, que identificou o local preciso onde os homens armados estavam. Ainda não há, porém, uma data específica em que a foto foi tirada.

Por Nicolás Satriano, G1 Rio
Postar no Google +

About Angel Morote

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE